Baú das Histórias e Poemas é um blog educacional com sugestões de textos que podem ser usados em atividades escolares. Iniciado em 21/04/2010.

3 de julho de 2016

Imagens: Leitura & Livros


Quando navego pela internet, encontro muito material interessante e outros que prefiro nem comentar...
Gosto muito dessas mensagens que as pessoas produzem e que vão se espalhando pela web.
Às vezes, também faço minhas montagens, como esta que está logo acima. Usei o texto do Celso Sisto, retirado do seu livro "Textos e Pretextos sobre a arte de contar histórias".
Inauguro o marcador IMAGENS: LEITURA & LIVROS para compartilhar o que salvo em meu computador com vocês, visitantes do Baú das Histórias e Poemas.












Organizado por Ivanise Meyer®

12 de junho de 2016

Celso Sisto

Celso Sisto
~~~~~~~~~~~
Celso Sisto (Rio de Janeiro, 16 de junho de 1961) é escritor, ilustrador, contador de histórias do grupo Morandubetá (RJ), ator, arte-educador, crítico de literatura infantil e juvenil, especialista em literatura infantil e juvenil, pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Mestre em Literatura Brasileira pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Doutor em Teoria da Literatura pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC-RS) e responsável pela formação de inúmeros grupos de contadores de histórias espalhados pelo país. Tem 60 livros publicados para crianças e jovens e já recebeu vários prêmios pela qualidade de sua obra, dentre eles o prêmio de autor revelação (FNLIJ, 1994), ilustrador revelação (FNLIJ, 1999), melhor livro infantil (Açorianos, 2011) e livro do ano (Açorianos, 2011).
Fonte: http://www.celsosisto.com/

 ♥

Conheci o Celso Sisto em julho de 2002, em uma oficina sobre contação de histórias.
Na época, eu  estava em plena efervescência dos meus estudos sobre Educação Infantil e tudo que estivesse relacionado era interessante para mim. Um ano depois, estava no curso de especialização em Educação Infantil.
Me lembro que durante a oficina, Celso contou duas histórias.
A primeira foi Menina bonita do laço de fita (Ana Maria Machado) na qual ele recitava cantando os versos ditos pelo coelho quando perguntava porque ela era "tão pretinha". Puro encantamento!
E a segunda história, era de um baobá, história de origem africana, ele cantava os versos e era tão bonito... Sabe ficar maravilhado? Foi assim que me senti!
Ali, naquele momento, rodeada por tantas pessoas que nunca havia visto, eu voltei a ser criança. Nunca havia experimentado a emoção de ouvir uma história daquela maneira. Me lembro de ter chorado muito, talvez por ter ouvido "pela primeira vez", isso fica marcado pra sempre.
Agradeço por tudo que você me fez viver naquele momento, e pelo tanto que me inspirou.
Celso, você é um dos mestres que trago guardado em meu coração. Obrigada!



Chá das Dez (Editora Aletria)

Este livro é encantador! Dez velhinhas, bem juntinhas, resolvem tomar um chá. Mas a cada  página, algo acontece, uma delas desaparece... É uma história do tipo lenga-lenga ou tangolomango... O final é muito divertido!
♥

Além de gostar de ler e contar histórias da tradição oral, gosto muito de saber suas origens e detalhes.

Indico estes livros da minha estante:

Histórias Populares da Língua Portuguesa (2014)
Editora Planeta
Celso nos brinda com histórias de Angola, Brasil, Cabo Verde, Goa, Guiné-Bissau, Macau, Portugal, SãoTomé e Príncipe e Timor Leste, com dez ilustradores diferentes. 
"O fio de ouro que liga cada um dessas histórias é o idioma português. Estamos diante de histórias que são contadas há muito tempo."

Para você curtir uma das histórias... 
"Os três cisnes brancos e a princesa Rosalinda" (Brasil)
Ilustrado por Rosinha
Cada história possui uma ilustração.
O projeto gráfico deste livro é belíssimo!
Cada detalhe, as cores das páginas, tudo é saboreado neste livro!

Após a história, há informações sobre a origem do texto e
 detalhes de cada país ("POR DENTRO DE/DO...").

Esse mapa nos dá a localização dos países.




Mãe África: mitos, fábulas e contos (2007)
Editora Paulus

"Uma rica coletânea de histórias africanas feita em ampla pesquisa, com o objetivo de ressaltar a diversidade de etnias do continente africano. Celso Sisto selecionou 22
 histórias originárias de diversos lugares da África, procurando privilegiar histórias ainda não publicadas em português.
O livro é uma festa plural de cores, nomes, belezas, sabores, feitos e fantasias africanas, os quais exercem muita influência na cultura brasileira."
As ilustrações também são do Celso Sisto.

Minha história preferida!

Autografado pelo Celso em 11/6/2016



Quanto segredo! (2013)
Editora Paulinas
Adquiri esse livro neste ano na loja da Paulinas. O livro traz dois poemas: "A caixa de segredos" e "Roda de família". Um belo projeto gráfico! É um livro grandão (30 X 30), ótimo para ler para a turminha da Educação Infantil. Recomendadíssimo!!!
♥

Textos e Pretextos sobre a arte de contar histórias (2001)

Não é um tesouro?


Atualização (11/06/2016)
18.º Salão FNLIJ do Livro para Crianças e Jovens

Lançamento do livro "Kalinda, a princesa que perdeu os cabelos, e outras histórias africanas". As crianças fizeram muitas perguntas! Descobri que este é seu 80.º livro e o 10.º sobre histórias africanas.


Autógrafo personalizado!

♥♥♥

Rosalva Mãos de Fada (2012)
Ed. Paulinas


"Rosalva mãos de fada, livro de Celso Sisto, ilustrado por André Neves, conta a história de uma moça bordadeira, cuja inspiração vinha dos desenhos que as ondas do mar riscavam na areia. Rosalva bordava seu enxoval, esperando o amor da sua vida. Mas era moça exigente e o baú de panos só fazia esperar. Um dia, apareceu Rolante, caixeiro-viajante, que, entre bordados, linhas, beijos e abraços, plantou o amor no coração da bordadeira. Então, surgiu viagem misteriosa que levou o caixeiro para longe de Rosalva que, feliz na espera do futuro marido, abriu a casa para as mulheres, suas amigas, e continuou a bordar seu enxoval. Rolante não voltou e desta feita instalou a amargura no coração da bordadeira. Entre ausências e segredos não revelados, o baú de enxoval se desfez pouco a pouco e terminou com o vestido de noiva, véu e tudo mais nas águas do mar..."

♥♥♥


"E a história termina e vem o depois.
É pra desenhar?
É pra cantar?
É pra recontar?
É pra criar?
É pra responder o que se quer perguntar?
E não pode ser só pra calar e
perdurar o que é de se encantar?!!"
Celso Sisto
(Textos e Pretextos sobre a arte de contar histórias, 2001)

♥♥♥

Para conhecer a obra do Celso Sisto, clique aqui.

Organizado por Ivanise Meyer®


11 de junho de 2016

Clipping: Escritores e Ilustradores


Relação de sites com informações sobre os escritores e ilustradores (em ordem alfabética):
Literatura Infantil e Juvenil  

Literatura Brasileira

Autores Indígenas
Organizado por Ivanise Meyer®


Clipping: Escritores e Ilustradores


Relação de sites com informações sobre os escritores e ilustradores (em ordem alfabética):
Literatura Infantil e Juvenil  

Literatura Brasileira

Autores Indígenas
Organizado por Ivanise Meyer®


19 de janeiro de 2016

"Eu acredito na fada da Literatura" (Bia Hetzel)


EU ACREDITO NA FADA DA LITERATURA!
por isso insisto em fazer livros para crianças, jovens e adultos
mesmo quando as livrarias estão fechando
mesmo quando as li...vrarias vendem lanches, badulaques e cadernos de colorir
mesmo quando os governos cancelam lindos programas de leitura
mesmo que os professores ainda não sejam valorizados como deveriam
mesmo que existam pouquíssimas bibliotecas públicas e escolares no Brasil
mesmo que 75% dos brasileiros alfabetizados não sejam capazes de ler um livro


EU ACREDITO NO AMOR E NA VONTADE DE COMPARTILHAR O BELO!
por isso insisto que livros não são caros coisa nenhuma
um livro no Brasil custa atualmente, em média, cerca de 30 reais
um livro pode ser consumido milhares de vezes
um livro não usa bateria, pilhas ou energia elétrica
um livro produz valor sem produzir qualquer resíduo de lixo
um livro pode ser comprado hoje para ser presenteado meses, anos depois, sem perder valor ou se estragar...

QUEM SERÃO AS FADAS que escolherão os livros para presentear seus queridos e, silenciosa e discretamente, contribuirão para manter vivo o sonho de fazer do Brasil um país de leitores?

Bia Hetzel, escritora e editora da Manati
ilustração de Mariana Massarani


16 de novembro de 2015

Marcelo Xavier

 
Artista plástico, escritor, cenógrafo, figurinista, autor de livros infantis.
Marcelo Xavier nasceu em Ipanema, interior de Minas Gerais, em 19 de maio de 1949. Viveu por lá até os cinco anos, quando se mudou para Vitória. Passou toda a infância no Espírito Santo e em 1961 veio para Belo Horizonte, onde mora até hoje.
É formado em Publicidade pela PUC Minas e artista plástico autodidata. Já fez muitas coisas na vida. Ilustrou livros, criou e realizou inúmeros projetos gráficos, produziu e dirigiu programas para a televisão, trabalhou em publicidade, com cenografias, figurinos e adereços para espetáculos de teatro, música, dança, carnaval e programas de TV.
O trabalho com ilustração tridimensional, que desenvolve desde 1986, é uma síntese de tudo isso: personagens e objetos de cena são moldados em massa plástica, montados em pequenos cenários e fotografados.
Para saber mais, clique aqui.
 

Livros de Marcelo Xavier
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
 
 
1986 – A família do som
Apenas projeto gráfico e ilustração, em parceria com Mário Vale. Texto: Nino Stutz.
 

 
1986 – Truques coloridos
Apenas ilustração. Texto: Branca de Paula
 
 
1987 – O dia a dia de Dadá
Prêmio Luís Jardim - O melhor livro de imagens, de 1987, concedido pela Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil; selecionado para o programa “Fome de Livro”, da Fundação da Biblioteca Nacional; selecionado para o PNBE 2005; selecionado para o Salão Capixaba – ES/2005; obra indicada ao Prêmio Jabuti Melhor Produção Editorial de Obra em Coleção 1988.
 
 
 
1990 – Tem de tudo nesta rua
Livro altamente recomendável para crianças pela Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil; Prêmio APCA (Associação Paulista de Críticos de Arte) Melhor Livro Infantil 1990; selecionado para o Salão Capixaba – ES/2005; selecionado para o programa “Fome de Livro”, da Fundação da Biblioteca Nacional.
 

1993 – Asa de Papel
Prêmio Jabuti Melhor Ilustrador 1994; Prêmio Ofélia Fontes o Melhor para Crianças pela Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil; Prêmio APCA (Associação Paulista de Críticos de Arte) Originalidade em Literatura Infanto-Juvenil; selecionado para o Salão Capixaba – ES/2005; Selecionado pela Secretaria Municipal de Educação de Belo Horizonte – 2005; selecionado para o Programa “Fome de Livro” da Fundação Biblioteca Nacional – 2005; adquirido pela Prefeitura de São Paulo para o programa Minha Biblioteca – 2007; selecionado para o PNBE 2008; eleito um dos dez melhores livros de imagens do Brasil pela IFLA (International Federation of Library Associations), em 2013. A seleção foi feita pela FNLIJ (Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil) para o projeto World Through Picture Books, organizado pela própria IFLA; selecionado para o PNBE Educação Infantil 2014.
 

 
1996 – Construindo um sonho
Prêmio de Melhor livro de Imagem pela Associação Brasileira de Escritores; livro Altamente Recomendável pela Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil; Prêmio Adolfo Aizen - Livro sem texto - UBE – 1997; obra selecionada para o PNBE 2010.
 
 

1997 – Mitos
Livro altamente recomendável para crianças pela Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil; selecionado pela Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil para o Brazilian Book Magazine 1998, categoria Livros para Crianças; selecionado para o PNBE 1999; selecionado para o Salão Capixaba – ES/2005; selecionado pela Secretaria de Educação e Cultura de Vitória – 2005; selecionado para o Programa “Fome de Livro” da Fundação Biblioteca Nacional.
 


 
2000 – Festas
Melhor Livro Informativo – 2000, Prêmio concedido pela Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil; Prêmio Jabuti – 2001, Melhor Ilustração Infantil ou Juvenil, concedido pela Câmara Brasileira do Livro; selecionado para o Salão Capixaba – ES/2005, pela Secretaria de Educação e Cultura de Vitória – 2005; selecionado para o Programa “Fome de Livro” da Fundação Biblioteca Nacional
 
♥ 

 
2001 – Crendices e Superstições
Selecionado para o Salão Capixaba – ES/2005; selecionado pela Secretaria de Educação e Cultura de Vitória – 2005; selecionado para o Programa “Fome de Livro” da Fundação Biblioteca Nacional; selecionado pela Fundação Luis Eduardo Magalhães; selecionado para o Programa "Mais Cultura", do Ministério da Cultura/Fundação Biblioteca Nacional.
 
 
 
2002 – Mundo de Coisas
 
 
 
2003 – Se Criança Governasse o Mundo
Livro altamente recomendável para crianças pela Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil – 2003; selecionado para o PNLD-SP/2004; selecionado para o Salão Capixaba – ES/2005; selecionado pela Fundação Luis Eduardo Magalhães e pela prefeitura de Belo Horizonte. Foi o primeiro livro da Editora Saraiva a receber uma versão como aplicativo para iPad.
 
 
 
2004 – Três Formigas Amigas
 
 
 
2006 – TOT
Livro altamente recomendável para crianças pela Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil – 2006. Relançando em versão com CD de áudio em agosto de 2015.

♥
 
 
2008 – Andarilhos
Apenas texto. Ilustração: Alfeu Barbosa.
 
 
 
2009 – Caderno de Desenhos
Registros retirados das gavetas.
 
 
 
2010 – Meu Amigo mais Antigo
Livro altamente recomendável pela Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil – 2011
 
 
 
 
2011 – Tempo Todo
Poesias selecionadas.
 
 
 
2013 - A cara da rua
Reunião de 31 crônicas publicadas entre junho de 2012 e agosto de 2013 no jornal Hoje em Dia. Cada texto é acompanhado de uma ilustração inédita.
 
 
 
 
2015 - A Estranha
Vivências do autor com a cadeira de rodas, companheira desde 2009.
 
 
 
2015 - Apática
“Apática é uma cidade perdida no tempo e no espaço, situada depois do longe mais longe, fora do alcance da mão do mundo. A época é qualquer uma; para seus moradores não importam as horas, os dias ou os anos, absoluta é a indiferença das pessoas do lugar. Lá ninguém sorri ou chora. Não há jardins ou árvores nas ruas, mas há um hotel – o único destaque da cidade. Eis que um forasteiro, de cabelos grisalhos, barba e bigode castanhos e aparência saudável de um jovem viajante, chega para hospedar-se no hotel, trazendo consigo uma mala. Não é uma mala qualquer; ela se destaca na luz do sol, despertando no porteiro do hotel uma terrível curiosidade. Como um sentimento assim nunca lhe ocorrera antes, o porteiro acredita que dentro dela há algo especial. E de fato há. Há uma magia, que faz acordar os sentimentos que os apáticos não sabem o que é sentir”.
 


Vídeo com relatos do Marcelo sobre sua vida, infância, formação e carreira:
 

 
♥♥♥
 
 
Organizado por Ivanise Meyer®
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...